You are currently browsing the monthly archive for maio 2008.

Bom, eu ia escrever um texto grande, mas estou com preguiça. Fodam-se.

Meme sugerido pela Miwi há dois anos atrás. Meu desktop é uma releitura Star Warsiana da Santa Ceia.

Com o título extremamente manjado, aviso aos adoradores deste centro digital de informações que o Assopre a Fita como você conhece acabará. Sim, sem dó nem piedade. Só não virará pó porque acho que nem tem como. Será extinto com tamanha crueldade que as centenas de jovens que aqui transitam não conseguirão nem chorar de tanto choque.

Você está estupefato? Lacrimejando? Pois sente-se novamente, deixe eu explicar, seu lazarento! Este blog está fadado ao ostracismo, porém não se sabe se a curto ou a longo prazo. Continue acessando, teremos mais posts daqui pra frente. Nós avisaremos quando chegar a hora. Digo com antecedência que uma nova empreitada está por vir e que o Assopre a Fita estará lá, em nome e em essência.

Aproveitem enquanto é tempo.

É só entrar em qualquer fórum de games que você com certeza verá um tópico destinado ao jogador “hardcore” versus o “casual”. Ao contrário do que os mais pervertidos possam pensar, o “hardcore” não é o que faz sexo selvagem enquanto percorre os tabuleiros bizarros de Mario Party 8, mas sim aquele que tem o hábito ferrenho de destrinchar cada jogo com ferocidade e obstinação. Já o jogador “casual” é a antítese do supracitado. É aquele que joga de vez em quando devido a outras prioridades em sua vida, muitas vezes optando por games sem muita profundidade em enredo e coisas do gênero. Mas provavelmente, se você está lendo isto, você se encaixa no primeiro perfil, tornando este primeiro parágrafo completamente inútil. Fiz você perder um minuto de sua vida. Sue me.

Eu, como um nintendano assumido – oras, como uma amiga minha me questionou, nintendISTA não seria uma palavra destinada ao profissional da nintendo, tal como dentISTA, jornalISTA, neurologISTA? Pensem nisso -, venho a argumentar com antecedência o título deste post: não, não estou me tornando o dito casual devido às plataformas e jogos da Nintendo. Nem tentem começar flamewars, estimados leitores. Deixem-me explicar. Nas últimas semanas me flagrei perdendo, lentamente, o interesse em jogar. Enquanto antes eu re-jogava Super Mario Galaxy e Metroid Prime 3, ao passo em que iniciava novos jogos como Brawl, Ninja Gaiden e Comix Zone (comprados via Virtual Console), agora eu me vejo raramente manejando o pequeno bastão de plástico da Nintendo. What happened?

Mudei de emprego e passei a me dedicar mais. Não, não pensem que virei um rato trabalhador. Começo após as 10 da manhã e saio exatamente às 18 horas, sem nem questionar se devo ficar mais tempo. Também passei a sair mais. Não foram poucas as vezes que eu, na companhia do companheiro de blog e mais um amigo saíamos de nossas aulas noturnas para tomar um belo pileque até as 2 da manhã. Em belas terças e quintas-feiras, ignorando o fato de ter que trabalhar na manhã seguinte. O fato de eu ter uma prima hospedada em casa e de eu ter saído de um relacionamento também contribuem para isso, a rotina fica balançada e quando vemos, ficamos alguns dias sem jogar.

Mas não pensem que isso significa o início do fim de uma prática quase religiosa para mim. É apenas um período com leves turbulências. Apesar de eu não estar no hype de GTA IV e Metal Gear Solid 4, e de nem estar com vontade de gastar rios de dinheiro em jogos para o Wii (mesmo com meu salário tendo aumentado um bocado), sinto vontade de consumir, mas em menor escala. Existem dezenas de jogos old-school que pretendo adquirir no maravilhoso Virtual Console, o Wii Ware está para ser lançado e tenho muita coisa boa para comprar no Wii. Farei isto, com certeza. Porém, no momento, mal consigo parar para jogar Zack and Wiki – não por falta de tempo, mas por falta de vontade. O jogo é excelente, muito bom mesmo, porém o meu desejo é de jogar coisas descompromissadas e leves.

E nisso o Smash Bros. Brawl funciona perfeitamente. Durante algumas noites eu e minha prima nos sentamos em frente ao televisor e travamos várias batalhas, cada uma mais emocionante que a outra. Independente do resultado, as lutas sempre terminam em risadas e momentos “VAI, PEGA A SMASH BALL!”. Lindo. Divino. Fazia um bom tempo que não sentia esse clima de competição. Desde os 16 bits, pra ser mais exato. Seria isto por causa da qualidade dos jogos em si ou fui eu que comecei a adquirir uma postura mais “single-player”? Corrigindo a minha última frase: Halo 3 também é um ótimo exemplo deste sentimento, tal como Mario Kart 64 e Goldeneye.

Não sei como terminar este texto, já que estou escrevendo sem planejamento algum. Acho que a conclusão é simples: se eu, entusiasta dos jogos eletrônicos, me vejo optando por joguetes descompromissados no momento, imaginem os engravatados na casa dos 30 anos (assim como “engravatadas” de todas as idades, porque não?) chegando em seus lares, exaustos e estressados. Tá aí a resposta para os que se acham mega-hardcores quando indagam sobre o sucesso absurdo do Wii. Fim

Ps: É, Miwi. Seu texto parece ter dado uma injeção de ânimos na galera.
Ps2: Este post não tem imagens de propósito. Faz tanta falta assim?
Ps3: Piadinha sobre a terceira geração do Playstation neste espaço.

Fala turminha mais ou menos, seguinte aqui é o Lucas botando pra quebrar!

Ok, pior entrada triunfal desde Jack Sparrow em piratas do caribe 1, mas o que importa é a intenção, pretendo me dedicar um pouco mais ao blog agora, mas realmente preciso me antenar aos assuntos da crescente blogosfera gamer, em uma de minhas olhadelas passei pelo Goluck onde vi esse post: ” Resistance 2 terá suporte online para 60 jogadores” e  sou obrigado a indagar.

Eu sou um entusiasta dos multiplayers, comecei com Counter strike em lan houses, passsei pra warcraft diablo 2, tibia ( sad face ), outros joguinhos mais, e adoro ver como eles vem evoluindo através dos tempos.

É sabido que os PC’s são a casa dos Multis, mas estou aqui pra falar de VG’S, e neles o online é recente, começou na geração do falecido Dreamcast, que já contava com MMO’s, mas quem revolucionou mesmo foi a Microsoft, com sua rede live, e com Halo 1, afinal antes de halo fps em consoles simplesmente não eram tão bons de se jogar, quase como os jogos de estratégia em tempo real hoje ( é por isso que espero por halo wars, será que eles inventaram um jeito novo e legal de se jogar RTS?) e é por isso que halo é a franquia que é hoje.

Agora vamos ao que interessa e ao que começou este post: multiplayer com 60 pessoas em um console, mais precisamente o ps3, eu sou um jogador fiel de halo 3, ocasionalmente um gears of war ou um forza, e aqui entre nós,  destes 3 o que tem melhor online é o halo, não estou dizendo que halo é melhor, veja bem , mas o online dele é mais encorpado, melhor conexão, melhores modos, mais competitivo e assim vai, assim como o cod4 que também é uma série famosa por seu online.

Parto do principio que a banda é limitada, o que causa um efeito que todos conhecem, o famoso lag,  ou delay, e as produtoras devem encontrar um meio de burlar isso, ou o multiplaye de seus jogos estão fadados ao fracasso, no Halo 3 por exemplo o limite máximo de pessoas é de 16 , e quando o time tem mais de 5 para mais integrantes você deve pressionar um botão para falar, como num walkie talkie, o que é muito irritante, mas isso foi feito com o intuito de salvar  banda, que em vez de ser gasta para se ouvir a respiração das outras pessoas enquanto elas nada falam, é gasta com o jogo em si.

Outro jogo online do xbox, o Frontlines, fuel of war já abre muito mais esse número de jogadores, 50 nerds jogando ao mesmo tempo, em um console, é um bom número, uma das decisões que os desenvolvedores tomaram foi desabilitar o chat, e você só ouvirá os jogadores que você convidar para o bate papo, agora, o mapa é totalmente sólido, nada se mexe, ( no halo o mapa é uma sandbox, coisas explodindo objetos voando), gráficos ruins, quando você morre não tem a death cam, você morre e tudo trava, o que é uma regressão á nivel de jogos de tiro, loading times enormes para respawn, e ainda assim muito lag. (Minha net é de 1MB, só para comparação).

Ouvi falar bem do primeiro resistance, e espero realmente que as mentes envolvidas no projeto achem um meio de fazer o “Resistance 2  dar uma aula de como se fazer um modo online consistente”, nas palavras do meu xará Lucas, mas nem sempre mais é melhor, halo 3 um jogo 9.5 e frontlines um jogo 7.5 mostram isso com perfeição.

—————————————————————————–

Leitores, peloamordedeus, comentem, eu como comentários NO CAFÉ DA MANHÃ!

 

P.S: Um jogo que eu quero ver será o Battlefild bad company, cuja maior premissa é o cenério estilo sandbox, totalmente malável,e com muitos participantes, o que será que colocaram no código daquilo? Magia?

 

É impressionante como as pessoas adoram criticar caixistas, acho que é porque são os irmãos mais novos da amável família gamer, e portanto, devem ser caçoados até a exaustão e não devem e não podem ter voz ativa, sim meus amigos a ms tem só 2 gerações, e já faz um barulho forte, lembrem-se disso antes de esculacha-los.

Sonystas são duros de aquietar, adoraram dizer aos 4 vents que o gta 4 deles está melhor que o do 360, quando na verdade os reviws divergem muito, no que os reviews não divergem é que o gta de 360 é o único em HD ( E COM ONLINE DECENTE SE ME PERMITEM, psn sux) mas ainda assim pouco se houve falar disso…sonystas falam mais alto, irmãos do meio…

Nintendo velha de guerra, irmão mais velho sofreu mais que todos, e continua forte, e vai sempre levar a bordoada primeiro, pra depois os mais novos já sabendo como é passarem sem grandes dificuldades…

—————————————————————————-

Lembro que alguns analistas disseram que aconteceria com gta4 e homem de ferro o mesmo que houve com halo 3 e aquela comédia podre, vimos que filme bom não precisa temer game, afinal qualquer gamer pode parar de jogar por 2 horas pra comer pipoca de cinema.

Texto curto, maior que twitter (que também está abandonado, twitter é uma droga gente!), menor que senhor dos anéis, mas ótimo pra recomeçar; e só pra ver se lembro de vocês, o que vocês estão jogando? ( quem tem wii não responde, eu sei que é carnival games…)