Fala turminha mais ou menos, seguinte aqui é o Lucas botando pra quebrar!

Ok, pior entrada triunfal desde Jack Sparrow em piratas do caribe 1, mas o que importa é a intenção, pretendo me dedicar um pouco mais ao blog agora, mas realmente preciso me antenar aos assuntos da crescente blogosfera gamer, em uma de minhas olhadelas passei pelo Goluck onde vi esse post: ” Resistance 2 terá suporte online para 60 jogadores” e  sou obrigado a indagar.

Eu sou um entusiasta dos multiplayers, comecei com Counter strike em lan houses, passsei pra warcraft diablo 2, tibia ( sad face ), outros joguinhos mais, e adoro ver como eles vem evoluindo através dos tempos.

É sabido que os PC’s são a casa dos Multis, mas estou aqui pra falar de VG’S, e neles o online é recente, começou na geração do falecido Dreamcast, que já contava com MMO’s, mas quem revolucionou mesmo foi a Microsoft, com sua rede live, e com Halo 1, afinal antes de halo fps em consoles simplesmente não eram tão bons de se jogar, quase como os jogos de estratégia em tempo real hoje ( é por isso que espero por halo wars, será que eles inventaram um jeito novo e legal de se jogar RTS?) e é por isso que halo é a franquia que é hoje.

Agora vamos ao que interessa e ao que começou este post: multiplayer com 60 pessoas em um console, mais precisamente o ps3, eu sou um jogador fiel de halo 3, ocasionalmente um gears of war ou um forza, e aqui entre nós,  destes 3 o que tem melhor online é o halo, não estou dizendo que halo é melhor, veja bem , mas o online dele é mais encorpado, melhor conexão, melhores modos, mais competitivo e assim vai, assim como o cod4 que também é uma série famosa por seu online.

Parto do principio que a banda é limitada, o que causa um efeito que todos conhecem, o famoso lag,  ou delay, e as produtoras devem encontrar um meio de burlar isso, ou o multiplaye de seus jogos estão fadados ao fracasso, no Halo 3 por exemplo o limite máximo de pessoas é de 16 , e quando o time tem mais de 5 para mais integrantes você deve pressionar um botão para falar, como num walkie talkie, o que é muito irritante, mas isso foi feito com o intuito de salvar  banda, que em vez de ser gasta para se ouvir a respiração das outras pessoas enquanto elas nada falam, é gasta com o jogo em si.

Outro jogo online do xbox, o Frontlines, fuel of war já abre muito mais esse número de jogadores, 50 nerds jogando ao mesmo tempo, em um console, é um bom número, uma das decisões que os desenvolvedores tomaram foi desabilitar o chat, e você só ouvirá os jogadores que você convidar para o bate papo, agora, o mapa é totalmente sólido, nada se mexe, ( no halo o mapa é uma sandbox, coisas explodindo objetos voando), gráficos ruins, quando você morre não tem a death cam, você morre e tudo trava, o que é uma regressão á nivel de jogos de tiro, loading times enormes para respawn, e ainda assim muito lag. (Minha net é de 1MB, só para comparação).

Ouvi falar bem do primeiro resistance, e espero realmente que as mentes envolvidas no projeto achem um meio de fazer o “Resistance 2  dar uma aula de como se fazer um modo online consistente”, nas palavras do meu xará Lucas, mas nem sempre mais é melhor, halo 3 um jogo 9.5 e frontlines um jogo 7.5 mostram isso com perfeição.

—————————————————————————–

Leitores, peloamordedeus, comentem, eu como comentários NO CAFÉ DA MANHÃ!

 

P.S: Um jogo que eu quero ver será o Battlefild bad company, cuja maior premissa é o cenério estilo sandbox, totalmente malável,e com muitos participantes, o que será que colocaram no código daquilo? Magia?

 

Anúncios