No último post do Continue, li uma parte um tanto quanto intrigante. Após discorrer sobre um possível jogo de espadas para o Wii, o autor do texto comenta que a simulação real de movimentos no Wii pode ser um tanto quanto utópica:

“Eu acho que essa ambição de criar um jogo que copie os seus movimentos em tempo real na tela é meio tola: pelo jeito a tecnologia do Wiimote não é boa o suficiente para algo tão realista.”

Antes que o quote acima pareça distorcido, creio que ele quis dizer que deseja ver algum jogo assim, mas talvez ainda não seja a hora de cortarmos a jugular de japoneses com roupas de seda em nossas LCDs Widecreen Ambilight HDTV 32″ da Philips. No entanto eu discordo. Tá, talvez não dê para criar uma mega-simulação hiper-realista em que o Wii Remote reconheça o jeito com que você dobrou o cotovelo, mas dá pra fazer coisas bem bacanas.

Um exemplo? Wii Sports. Sim, o PRIMEIRO jogo do Wii, aquele que serve para mostrar as funcinalidades, tanto para os usuários quanto para as desenvolvedoras. Eu enxergo o jogo como um “ei, olhem só… dá pra fazer COISAS com o controle, e não apenas simular botões com gestos, viram?” por parte da Nintendo. É só ligar o console e selecionar a opção “Baseball”. Segure o Wii Remote como se fosse realmente um bastão, imitando a pose e tudo, sem se acanhar. Experimente mexer levemente o controle para frente e para trás, para um lado e para outro. Você verá que o seu Mii acompanhará o movimento em uma proporção de quase 1:1, e com uma fidelidade bastante impressionante. É claro que se você fizer um movimento mais brusco o controle irá interpretar como uma tacada, mas isso é uma questão de calibragem na hora do desenvolvimento.

wiisports1.jpg

Outro exemplo: Wario Ware. Mais um jogo da primeira leva de títulos para o Wii. Existem muitos joguetes ali dentro que são limitados e até ruins de executar os movimentos, mas não dá pra negar que em outros o resultado é muito bom. Com uma certa lapidada, poderemos ter um incrível Wario Ware em 2009, já pensaram? Não seria mais uma tecnologia nova e as potencialidades seriam melhor exploradas. Mais um jogo com algumas idéias criativas para os o controle branco da Nintendo: Medal of Honor Heroes 2. Eu tenho lá as minhas ressalvas, mas com certeza é perceptível o esforço para entender o uso do joystick. Isso é assunto para outro post.

warioware1.jpg

No fim, parece-me que o problema (ou a solução) é aquilo que todo mundo já cansou de ler e de falar: a preguiça – ou o não total comprometimento – na hora de desenvolver os jogos pro Wii. Se for para colocar movimentos ridículos e dispensáveis, apenas para simular uma ação de um botão, então faça como o Sakurai: aproveite o uso tradicional do controle – não que ele faria movimentos ridículos, mas ele teve o bom senso de perceber que uma luta frenética em Smash Bros. não ficaria adequada com um monte de movimentos aleatórios. Mas se você, desenvolvedor (SIM, VOCÊ!), ver que determinado movimento ficará adequado e será relevante, atrase o jogo em seis meses só para deixá-lo perfeito.

Update: Uia, sabe quando você posta algo e fica com aquela sensação de “este post ficou um lixo”? Acho que é reflexo da minha tentativa de postar durante o trabalho. Nas últimas semanas ficou muito mais difícil ;P

Anúncios