Sou um novato no mundo online dos videogames. Sabe como é, donos de Wii desconhecem as maravilhas que uma rede como a Live pode proporcionar. Aos poucos, com passos de jabuti, isso vai mudando. Mas até lá, quem quiser brincar com outras pessoas a distância vai ter que continuar no 360 mesmo. E eu, como todo (ou quase todo) novato, fica serelepe ao brincar na Live. Um monte de gente reclama da galera que fica cantando e fazendo barulhos aleatórios durante as partidas e entre elas, mas sabe o que? Eu me diverti horrores ouvindo moleques de voz fina. E também os jovenzinhos na puberdade cantando desafinadamente. Talvez com o tempo eu me acostume e passe a odiá-los, mas até agora eu ri a beça.

halo3-teabagging.jpg

Xêra meu saco!

E tem outro ato que, pelo que eu percebi de alguns jogadores, é odiável mas que adorei cometer: o Teabagging. Para quem não sabe, o teabagging é algo muito feio que você faz quando mata o seu inimigo. Não sei como dizer isso delicadamente, então lá vai: você esfrega o saco na cara do oponente derrotado. Simples assim. É só se abaixar em cima do recém defunto e humilhá-lo esfregando as suas genitálias virtuais no futuro rosto em decomposição. Necrofilia pura. Afinal, nada mais satisfatório do que zoar com aquele inimigo teoricamente mais forte que você, morto na sorte ou com esforço considerável. Soltar um punzinho no nerd do time vermelho após um maravilhoso head shot é realizador. Sem contar que isso gera uma rivalidade saudável (ao meu ver), pois me lembro de ficar P da cara quando fizeram isso comigo, mas de um jeito feliz e descontraído. Dei risadas. Alguns dizem que tal atitude é peculiar de garotinhos nerds de 14 anos. Eles sabem como se divertir ;P

Pergunto aos donos de Xbox mais experientes: irrita muito isso (o teabagging)?

Anúncios