PEDIMOS DESCULPAS PELO INCONVENIENTE. TENTAREMOS NAO REPETIR TAL FATO.

O mundo possui várias culturas diferentes. Cada canto do planeta tem as suas peculiaridades e o que é estranho aqui é comum lá. E vice e versa. Por estas distinções (e por muitos outros motivos) é que temos varias guerras acontecendo em todo o globo. Mas, no outro lado da balança, temos também muita riqueza cultural, onde uma determinada localidade acaba por absorver características de outra, assim criando um mundo gigantemente multi-facetado. Tudo lindo, mas o que videogames têm a ver com isso? Como você deve saber, os dois principais pólos de desenvolvimento de jogos são o Japão e os EUA, e a diferença gritante da cultura de ambos reflete diretamente na nossa tão amada diversão. Coloque lado a lado um Call of Duty e um Killer 7, poe exemplo. E naquelas terras, diferentemente daqui, existem comerciais de jogos na tv. (mais uma questão cultural?). Sim, isso existe! Faz tanto tempo que não vejo um por essas bandas que nem me lembro mais. Mentira, lembro sim. Eram comerciais da Nintendo, em 1996. Mas voltando ao assunto: os japoneses têm uma maneira muito peculiar de fazer as coisas. Suas animações, sua música, seus programas de auditório e muitos outros são, pros ocidentais regulares, dignos de risadas e testas franzidas acompanhadas de um “Mas que diacho?”. É tudo gritante e até carnavalesco, de certa forma. Não que isso seja errado, mas apenas não faz parte do nosso dia-a-dia. Já os americanos são mais semelhantes a nós, em termos de cultura (ou seriamos nós a eles?). Tá certo que tem muita coisa ridícula e espalhafatosa por aquelas terras (assistam a qualquer clipe de “rap” atual que vocês entenderão), mas no geral a diferença não é gigantesca como em comparação com os japoneses.

Todo esse lero-lero foi pra mostrar que nos comerciais dos nossos joguinhos amados essas características também são visíveis. Veja abaixo alguns vídeos selecionados pelos nossos redatores (…). Enquanto os vídeos americanos são mais “sérios”, dando ênfase às características mais apelativas do jogo (no bom sentido) como cenas cinematográficas, os comerciais japoneses vão mais pela linha do bizarro e do cômico, cheios de caretas, onomatopéias e non-sense. O objetivo não é dizer qual é certo e qual é errado, pois no fim o que conta é o resultado das campanhas, e sinceramente não possuo dados aqui para dizer quem vendeu mais. Qual faria você comprar?

Metal Gear Solid 3 – Snake Eater (EUA)

Metal Gear Solid 3 – Snake Eater (Japão)

Dead or Alive 4 (EUA)

Dead or Alive 4 (Japão)

Super Mario Kart: Double Dash (EUA)

Super Mario Kart: Double Dash (Japão)

Ps: Este título não fez sentido, fez?

Anúncios