bungie.gifFoi anunciada nesta tarde, durante e conferência oficial da Bungie, em Silvertown, na Inglaterra, a venda da produtora para uma empresa sul-americana. Porém a notícia se torna não convencional por dois motivos: pelo fato de a produtora multi-milionária ter sido comprada por uma empresa situada no dito terceiro mundo e especialmente por agora fazer parte de uma companhia alimentícia. A empresa em questão é a Bunge, fundada na Holanda em 1818 e trazida para o Brasil na primeira metade do século XX. A Bunge, no país, foca na produção alimentícia e de fertilizantes, e esta é a primeira vez que uma empresa do ramo expande tão radicalmente a sua área de atuação. A Bungie, produtora, se diz empolgada com a união e afirma que a qualidade de seus jogos continuará aumentando.

halo-margarina2.jpgOs fãs da bem-sucedida série Halo podem ficar tranquilos, pois a third-party ressaltou que Master Chief não será afetado nesta nova fase, visto que a Microsoft detém uma boa porcentagem sobre o uso do personagem. O que será cada vez mais comum vermos será a figura de John-117 estampada em diversos produtos alimentícios, como a margarina Delícia, que já tem uma edição especial pronta para a comercialização, e também o óleo Soya. Planos futuros incluem os produtos fertilizantes da Manah, porém não havia nada concreto até o fechamento desta matéria.

Críticos se opuseram à compra, afirmando que ela nada trará de positivo, tanto para os games quanto para a indústria alimentícia. “Master Chief não tem a cara da Bunge (alimentos), o público-alvo não tem nada em comum com a figura militar do personagem e obviamente ele não possui no Brasil o mesmo apelo que nos Estados Unidos, sua terra de origem”, diz Carlos Macedo, da Soft Business Consultoria. Especula-se que a compra da Bungie pela Bunge seja apenas parte de uma estratégia maior, onde a Bunge lançará uma linha alimentícia para o público jovem, incluindo refeições matinais, salgadinhos e chocolates. Após o sucesso estrondoso da edição “Halo 3” dos refrigerantes Mountain Dew, isso pode se tornar um negócio lucrativo. Outro fator que chama a atenção é a possibilidade de um jogo da franquia Halo ser totalmente produzido em território nacional, o que daria um impulso inimaginável para o tímido mercado de games no Brasil. O fato é que as ações da Bunge triplicaram nos minutos que sucederam o anúncio, provando que a união já causa barulho. O mercado de games está em polvorosa, mas apenas o tempo mostrará o destino de tal acontecimento.

Anúncios