Ouvindo a música When I’m Sixty-Four, dos Beatles, me peguei pensando:
será que quando eu for um senhor de cabelos brancos (se eu os tiver ainda, espero, porém duvido) eu continuarei investindo tempo e dinheiro em jogos? Tá, no caso é mais “gastar” do que “investir” mesmo, mas não vem ao caso. Eu realmente não sei dizer, afinal as prioridades mudam. Hoje eu gasto boa parte do meu salário de estagiário em jogos originais, mas pode ser que amanhã eu dê outro destino a esse dinheiro. Claro, a intenção é continuar “antenado” nos lançamentos e etecetera, mas já aconteceu de eu deixar os games um pouco de lado. Na geração passada eu fiquei razoavelmente ausente. Playstation 2? Só posso dizer que joguei de verdade os Metal Gears. Joguei bastante GameCube, mas não com tanto fervor assim. Provavelmente, caso eu mantenha esse hobby, eu seja aquele pai que vai comprar um console pro filho (eu disse console!), assim como para os netos. E farei questão de apresentar as franquias que fizeram a minha infância.

Então, caros colegas, vocês se vêem daqui a quarenta anos jogando Super Mario Tatooine e Gears of War 12?

imagem1.png

Anúncios